Personal Map, nunca subestime o poder dessa ferramenta.

Personal Map, nunca subestime o poder dessa ferramenta.

O Personal Map tem sido usado comumente no início de um workshop ou como um quebra gelo para times que se conhecem pouco, mas a pergunta é: Posso aplicar em um time que já “se conhece”? A ideia desse post é descrever a experiência da aplicação da prática de personal map em um time que estava se quebrando e que ao final voltou a se enxergar como um só. Outro ponto importante que queremos trazer é mostrar que apesar de ser considerada uma dinâmica muito básica e que so serve para times que não se conhecem ou se conhecem pouco, a aplicação do personal map pode modificar a empatia de um time. No caso um que trabalhava a 2 anos juntos e que pensava que se conhecia.

Exemplo de um Personal Map

Aplicação

É importante definir um pouco do contexto na qual a dinâmica foi aplicada. Algumas das características desse time é vista abaixo:

  • Time formado Top Guela Down;
  • Rixa entre POs, (Product Owners), SMs (Scrum Masters) e Analistas de Negócios;
  • Falta de empatia entre os membros do time;
  • A gestão imediata cobrava mais do que consegue dar suporte.

Diante desse cenário era interessante que a dinâmica fosse realizada num ambiente neutro, fora da organização para permitir que interrupções e cobranças não impactassem a realização da dinâmica. Optamos então por prosseguir da seguinte forma:

  • Separamos um dia off da empresa;
  • Começamos com uma alinhamento geral do objetivo da área;
  • Depois cada pessoa foi para um canto fazer o Personal Map, mas sem colocar o nome no meio;
  • Foram recolhidos os Personals Maps e depois redistribuídos aleatóriamente;
  • Cada um foi convidado a apresentar o Personal Map que pegou e tentar adivinhar quem era a pessoa que tinha escrito;
  • Uma vez descoberta a pessoa, esta tinha 15 minutos para falar um pouco da sua história de acordo com o seu Personal Map e acrescentar algo que ela acabou não escrevendo mas que se identificou nas apresentações anteriores;

Resultados

Houveram muitos momentos de piadas e muitos se divertiram com coisas que não sabiam sobre os membros da equipe que trabalhavam diariamente ao seu lado. Bom dentre os principais resultados obtidos podemos citar:

  • Aumento da empatia dos membros do próprio time;
  • Um senso comum de time foi criado, não mais um bando de pessoas juntas, mas um conjunto com um objetivo claro e COLABORANDO entre si;
  • A gestão imediata entendeu que precisava estar mais próxima do time, não porque o time não é bom, mas porque alguém precisa cuidar das pessoas e não gerenciá-las individualmente.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *