Certificação em Kanban é saber o tamanho do quadro?

Certificação em Kanban é saber o tamanho do quadro?

Recentemente fui questionado em uma palestra falando sobre o Kanban o que era uma certificação em Kanban? Era saber o tamanho ideal do quadro? Ou saber como colar os post its? Qual o benefício de se fazer uma certificação dessa?

Tentei elucidar as dúvidas da pessoa no momento falando sobre os princípios do Kanban, tanto de entrega de serviço como de mudanças. Falei um pouco sobre cada uma das práticas gerais e vi que algumas coisas se clarearam na cabeça dele e de outros que estavam com aquela cara de que estou no mundo da lua e não estou entendendo nada kkkk. Pra você que também não conhece de Kanban a figura ao lado traz os principais elementos desse método: Práticas Gerais, Princípios de Mudanças, Princípios de Entrega de Serviços que são alinhados pelos Valores.

Apesar da situação cômica que foi, me fez refletir a respeito do quanto a visão do kanban não está consolidada no mercado. Percebi que muitos entendem um sistema kanban somente como um quadro, ou seja, o benefício da visualização, do trazer a tona o trabalho que está sendo feito. Parece bobagem, mas tem tantos outros benefícios que o kanban pode proporcionar e acabamos focando somente na primeira das práticas gerais a Visualização.

Quando focamos somente em um benefício de um sistema Kanban temos na verdade o que chamamos de Proto-Kanban, um precursor de um sistema Kanban completo. Essas implementações normalmente focam em um ou mais desses aspectos:

  • A visibilidade do trabalho e do processo
  • Controlar o trabalho em andamento no nível do trabalhador individual, para reduzir a multitarefa e sobrecarregar;
  • Tornar as políticas explícitas no sistema atual.

Vamos tratar dos tipos de Proto-Kanban em outro artigo. Mas normalmente implementações de Proto-Kanban tem as seguinte limitações:

  • Não há pontos de comprometimento explícitos, as filas feitas infinitamente, mas também podem ser dependências não monitoradas, trabalho abandonado ou outros riscos;
  • Lead times flutuando descontroladamente sem motivo aparente. (falta de previsibilidade);
  • Filas concluídas infinitamente no meio do fluxo de trabalho ou um fluxo de trabalho excessivamente simplista significa que não há visibilidade para determinadas áreas problemáticas.
  • Baixo envolvimento do cliente. O trabalho é baseado em tarefas que beneficia principalmente os trabalhadores, não os clientes, ou seja, não focam na entrega do serviço mas em realizar tarefas.

Ou seja, ainda faltam alguns elementos para serem trabalhados e melhorados, os proto-kanban são ponto importantes para se identificar as melhorias que podem ser feitas em algum ambiente. Não estou criticando que se tenha implementação de kanban dessa forma, so que o trabalho ainda não está concluído, devemos olhar as melhorias, promover a mudança e buscar um sistema kanban completo. Pra auxiliar um pouco nessa visão trago os pontos que definem um sistema kanban padrão.

  • Os sistemas Kanban padrão (além da sustentabilidade para os trabalhadores) atendem à orientação de serviço para a satisfação do cliente;
  • O (s) cliente (s) do sistema foram identificados e estão envolvidos na seleção do trabalho e no acordo das expectativas gerais de Lead Time;
  • A chegada do trabalho não implica em compromisso de realizar o trabalho, isso só acontece a partir do momento que se tem um ponto de compromisso (commited point), ai sim o trabalho está acordado para ser realizado.
  • Depois de confirmados, os lead times dos itens de trabalho são mais previsíveis.
  • Os limites de WIP em todo o sistema garantem que o trabalho não possa se acumular no sistema.

Espero que tenha conseguido elucidar um pouco da visão do kanban e como ele pode na verdade ter vários outros benefícios que não somente a Visualização ou uma Limitação de WIP. Se você quiser saber um pouco mais sobre Kanban, que tal participar de uma de nossas turmas? Acessa ai: https://www.penox.com.br/kanban/. Se você gostou desse artigo e quiser saber mais sobre o que publicamos, acessa nosso blog: https://www.penox.com.br/blog-penox/

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *